Depressão por Dr Luiz Fernando Petry

Home / Notícias / Depressão por Dr Luiz Fernando Petry
Depressão por Dr Luiz Fernando Petry

Depressão por Dr Luiz Fernando Petry

DEPRESSÃO: MAL DO SÉCULO OU DOENÇA HIPERDIMENSIONADA?
Sentir tristeza é normal. Somos seres dotados de afetividade modular, o que significa que nossos estados emocionais devem variar ao longo do tempo. A tristeza serve, muito provavelmente, para nos alertar sobre algo que não vai bem ao nosso redor. Determinadas fases vitais costumam nos deixar tristes, melancólicos ou “na fossa”, como Términos de Relacionamentos, Mudanças de Emprego, Decepções, Frustrações e situações de Luto. Entretanto, quando uma dessas “fases” da vida demora muito para se resolver, ou traz alguma DISFUNÇÃO VITAL (Ex: dificuldades nos estudos, trabalho, socialização, etc.), pode ser sinal de algo mais grave.

RECONHECENDO O PROBLEMA
Depressão é uma tristeza patológica, que nem sempre se identifica uma “causa”. Na verdade, uma grande parte dos episódios depressivos se desenvolvem sem qualquer motivação. A pessoa começa a se sentir invariavelmente TRISTE, com DIMINUIÇÃO DO NIMO e PERDA (parcial ou total) DA CAPACIDADE DE SENTIR PRAZER E SATISFAÇÃO EM SUAS ATIVIDADES COTIDIANAS. Além disso, é frequente apresentar ALTERAÇÕES DE SONO, ALTERAÇOES DE APETITE, FADIGA, DORES MUSCULARES, DIFICULDADES DE ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO, PERDA DE LIBIDO E INTERESSE SEXUAL, ISOLAMENTO SOCIAL. Em casos mais graves, podem surgir IDÉIAS DE MORTE, com eventuais planejamentos e tentativas de SUICÍDIO. São necessárias várias semanas para que os sintomas comecem, geralmente de modo muito discreto, e vão piorando. O portador vai sendo arrastado lentamente para a melancolia e perda de ânimo, de modo que não existem “depressoes agudas”. Geralmente, quando se procura um médico, é comum haver vários meses de evolução, com impacto importante na qualidade de vida dessa pessoa.

GRAVIDADE E PROGNÓSTICO
Ter Depressão, além do infinito desconforto emocional que causa, facilita o surgimento de outros problemas psiquiátricos, como Comportamentos Suicidas, Ansiedade e Ataques de Pânico, uso de Álcool e Drogas, Tabagismo, Doenças Cardiovasculares, Doenças Metabólicas, Doenças Ósteo-musculares e, quando não tratada adequadamente, piora MUITO o desfecho de tais doenças associadas. Em crianças, é notável a irritabilidade e isolamento crônicos, com geral dificuldade na escola, baixo rendimento nas notas, isolamento social e ideias persistentes de Baixa Auto-Estima.

PROCURANDO AJUDA
Os tratamentos para Depressão costumam ter um bom nível de eficácia, tanto usando medicação quanto engajando-se em processos psicoterápicos. Ambos possuem inúmeras comprovações de eficácia, porém ainda é comum encontrar pessoas com muitos Tabus e Folclores sobre tratamento para Depressão, o que pode impedir o acesso ao profissional correto e a realização de um tratamento adequado. Portanto, seja lá qual possa ser a dúvida de um paciente, é imprescindível que as mesmas sejam sanadas com seu profissional de confiança, até que o paciente tenha plena compreensão sobre o que está acontecendo e quais serão os próximos passos a serem tomados no seu acompanhamento.

DICAS IMPORTANTES
– QUALQUER antidepressivo demora de 3 a 6 semanas para fazer efeito
– Os efeitos colaterais deve ser reportados ao médico e ele é quem pode orientar sobre como lidar com eles. Não tenha vergonha ou medo de falar.
– Evite trocar de médico constantemente. Os tratamentos podem ser demorados, e trocar de médico pode significar um atraso importante na sua melhora.

Enviar resposta

Your email address will not be published.

WhatsApp chat Fale conosco